Z – 1


O cientista não podia acreditar no que seus olhos estavam vendo.

A noite já não era uma simples criança. Já tinha amadurecido e esperava seu fim. Mas naquele laboratório não se tinha noção das horas ou do local. Nem mesmo seus ocupantes sabiam exatamente onde estavam. Haviam sido trazidos em segredo sob ameaças, propostas estranhas e a tentação que só grandes quantias em dinheiro podem trazer. Algumas vezes todas essas motivações juntas. Trabalhavam incessantemente, dia e noite, sem muita certeza do que estavam fazendo.

Havia apenas uma pessoa que conhecia a totalidade do que estava acontecendo ali, e ela não parecia estar bem. Era um cientista renomado, especialista em vírus e infecções dos mais diversos tipos. Mas mesmo ele com todos seus anos de experiência não foi capaz de manter sua sanidade enquanto as primeiras cobaias eram submetidas aos resultados de tantos anos de estudos. Já havia visto seres humanos em estados deploráveis.

Mas aquilo superava seus sonhos mais insanos. Fugiu em desespero para o mundo exterior. Precisava contar o que sabia para alguém.

“Por favor! Vocês precisam acreditar em mim! O governo está fazendo uma experiencia terrível! Eles pretendem testar algo horrivel nesta…”

*Bang*

Um único tiro impediu que o cientista terminasse de completar sua sentença. Aquele gesto violento era o primeiro passo para a perdição.

M.K.

3 comentários
  1. Débee disse:

    Bravo! Seria legal se 2012 começasse assim. Muahaha

  2. Silas (S Crash) disse:

    sacana…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: