Review – Wall-e


Wall-e é um longa metragem criado no ano de XXXX pelo estúdio Pixar, que deveria dispensar apresentações, pois já possui em seu currículo animações belissimas, como Procurando Nemo, Os incríveis, e o mais recente UP (Que eu vi antes de assistir Wall-e, que vergonha).

Wall-e, protagonista que dá nome ao filme, é um robô antigo que foi construído para reciclar o lixo da humanidade. Aparentemente é o ultimo que restou em nosso planeta. Ele passa seus dias cumprindo sua missão, aparentemente há muito tempo. Até que um dia conhece Eva. Uma robô de temperamento forte que chegou em nosso planeta em busca de encontrar sinais de alguma forma de vida.

Wall-e acaba se apaixonando por Eva, e juntos acabam partindo em uma aventura no espaço, mais exatamente na nave onde vemos o que exatamente aconteceu com a humanidade. Enquanto Wall-e tenta conquistar o coração de Eva, esta precisa apresentar os resultados de sua busca na Terra. E ambos encontram bastante dificuldades para cumprir seus objetivos.

Vamos ser sinceros, há uma clara crítica ao ser humano neste filme. Ao lixo que estamos despejando em nosso planeta, e também ao modo de vida sedentário que cada vez mais se apóia na tecnologia. Mas essa crítica não chega a incomodar, nem ser forçada. É apenas um mero coadjuvante. O principal argumento do filme é ser uma história de amor entre dois robôs. E isso é feito de maneira impecável.

Wall-e é um presente que recebemos da Pixar. São pouco mais de uma hora e meia de animação fantástica. Contando também com a proeza de quase não conter diálogos no filme. Os protagonistas não são seres humanos. São robôs, que conseguem transmitir todas suas emoções ao espectador.

Por fim, um pequeno mérito da Pixar nesse filme foi conseguir animar uma barata que pareceu até simpática. Isso não tem preço.

M.K.

2 comentários
  1. Gebara disse:

    A primeira meia hora de filme é perfeita.

  2. Anakoth disse:

    “Por fim, um pequeno mérito da Pixar nesse filme foi conseguir animar uma barata que pareceu até simpática. Isso não tem preço.”

    q nem a máfia dos pombos de Animaniacs XD
    *odeia pombos*

    mas po, Pixar, nem tem o q reclamar. Adoro demais e respeito mto kem trabalha lá.

    =*/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: