Review – Os Sete Samurais


Os Sete Samurais (Shichinin no Samurai) é um filme de 1954, dirigido por Akira Kurosawa. Eu não conhecia Akira Kurosawa, mas depois deste filme devo dizer que o diretor ganhou meu respeito (Não que meu respeito tenha qualquer valor, mas enfim). Há muito tempo, eu havia assistido o anime que se inspirou neste filme, Samurai 7, e desde então estava curioso para conferir a obra original.

Como o título deixa a entender, é um filme de samurais (E atualmente, meu filme de samurai preferido. Não se atente ao detalhe de que é o único filme de samurai que já assisti, é muito bom mesmo). A história se passa no Japão Feudal, nos idos de 1500 e alguma coisa. Um vilarejo está sendo saqueado frequentemente por bandidos. Descontentes com a situação, eles decidem contratar samurais para proteger a vila. No entanto, só podem pagar com arroz, e não existem muitos samurais dispostos a correr riscos por um preço tão baixo.

Mesmo assim, eles conseguem a ajuda de Kambei, um Ronin que se comove com a situação dos camponeses. Este por sua vez, decide que para dar conta do recado, precisam da ajuda de mais seis samurais…

Como sempre, minha descrição de roteiro faz com que pareça simples, mas não é. Há muito espaço para desenvolvimento nessa trama. Há o drama dos moradores do vilarejo, a dificuldade em achar bons samurais, o relacionamento e atritos entre os moradores e samurais, a defesa da vila…

O anime que se inspirou no filme tem a essencia parecida, mas muita coisa foi alterada. Na minha opinião, ambas são boas obras, mas deve se considerar que pelo fato de serem mídias muito diferentes (Tanto visualmente quanto temporalmente falando), acabam sendo obras totalmente distintas uma da outra. Fãs do anime podem acabar não gostando do filme e vice-versa.

Devo dizer que a duração do filme pode assustar alguns, pois são cerca de 3 horas e 20 minutos. Mas acredito que cada segundo seja necessário para o desenrolar da história. Vale muito a pena reservar um pouco de seu tempo porque esse é um filme que vale muito a pena ser visto. Em resumo, Os Sete Samurais é um filme fantástico, e Akira Kurosawa criou uma obra de arte belissima, que merece ser apreciada por várias e várias gerações.

M.K.

1 comentário
  1. Miyuki disse:

    mas o Akira sempre arrasa em todos os filmes! *-*

    acho q ele é o unico q soube preservar a memória dos tempos antigos do Japão, sem exagerar no drama ou na trama! 8D

    =*/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: